O Festival

Com o objetivo de promover a cultura local e beneficiar os músicos da região prejudicados durante a pandemia do coronavírus, a Unimed está promovendo o Festival Unimed do Sudoeste de Música.

O concurso via live, nos moldes dos grandes festivais das décadas de 60 e 70, visa reunir artistas do Sudoeste baiano para se apresentarem e concorrerem a um prêmio.

É gente nossa brilhando para o mundo inteiro.
É a Unimed promovendo muito mais do que saúde.

É gente nossa brilhando para o mundo inteiro.
É a Unimed promovendo muito mais do que saúde.

Jurados

Cláudia Cavalcante

Pianista, cantora no naipe do 2º soprano, regente de coros, compositora e arranjadora. É formada em piano pelo Conservatório Brasileiro de música/R.J., licenciada em música, especializanda em musicoterapia, e Mestre em Educação musical pela UFBA/Salvador.

Técnica analista na UESB onde ministra cursos gratuitos de Teoria musical, flauta doce e rege os Corais: UESB adulto e infanto juvenil. Professora de música na rede estadual de ensino.

Cláudia já ministrou laboratórios de Educação musical e canto coral na Flórida, na Geórgia/EUA e ministra cursos ligados a Educação musical em diversas cidades da Bahia.

Rossane Nascimento Ferraz Flores

Repórter e editora de telejornalismo na TV Sudoeste, afiliada Globo durante 10 anos. Publicitária há 26 anos. Diretora Executiva da agência Rossane Comunicação e Cultura.

Gestora cultural, agencia com exclusividade a carreira do compositor e cantor Elomar Figueira Mello, produzindo também seus concertos ao Menestrel e óperas. Executiva Líder da Associação cultural Casa dos Carneiros, que abriga a obra deste compositor. Graduada em Letras Vernáculas, pós-graduada em Literatura Brasileira, Jornalismo e Marketing; Mestranda em Educação e Cultura.

Lúcio Ferraz

Músico profissional, Aprendeu teoria musical sob influência de grandes músicos como Demétrius Comidours (professor de teoria musical USP), Clériston Cavalcante (Maestro) e Carlos Porto (Maestro). Participou de vários projetos musicais na Bahia entre eles: “Pelourinho Dia e Noite”, “Troféu Caymmi”, “Qual é da Música?”, “Projeto Circuladô Cultural”, onde teve a oportunidade de mostrar o seu talento com o Violão, Guitarra e também o Cavaquinho. Hoje atua como pesquisador do Blues, Jazz, Rock e Chorinho. Lúcio é um referencial importante como instrumentista na Bahia, principalmente pela sua dedicação ao aprendizado e a grande destreza obtida através de todos esses anos de trabalho.

Hoje é Sócio e integrante das Bandas Café com Blues, Banda Badalêra e criador do grupo Tampilha (Choro)

Otávio Henrique Ribeiro

Otávio Henrique Ribeiro Santos nasceu em Salvador/BA. Desde cedo despertou seu interesse por música, em especial a percussão.

A partir do início dos anos 90 começa a tocar profissionalmente. Morou na Cidade do México, participou de diversos shows com artistas brasileiros e estrangeiros, entre eles: Zelito Miranda, Riachão, Barravento, Gilberto Gil, Armadinho, em Angola e em Cabo Verde tocou com Carlos Nascimento, realizou oficinas de percussão na Alemanha, Suíça, Itália e Portugal. Trabalhou orientando workshops de percussão no colégio Antônio Viera e Via Magia. Participou de inúmeros projetos de música regional. Concebeu e gerenciou o Café Society em Vitória da Conquista/BA por 11 anos.

Final

Votação aberta para:

Carregando votação...